Zope para leigos

O que é Zope? Você deve estar se perguntando. Esta não é uma resposta tão simples de ser alcançada. Poderíamos dizer que é um servidor web totalmente orientado a objetos, mas na verdade ele vai muito além disto. O Zope é também é um servidor de Aplicações Web, um banco de objetos, linguagem de programação, framework, entre outras coisas.

A cada instante você descobre algo que julgará não ser tão simples ou mesmo possível, vejamos alguns itens para comprovar esta teoria:

É um Servidor Web!

O objetivo de um servidor web é servir páginas para a internet (como o Apache ou o IIS, por exemplo) e essa é uma das possibilidades do Zope, pois possui um servidor web transparente, embutido, chamado ZServer.

Serve páginas dinamicamente!

Os objetos que você criar no Zope geram páginas HTML dinamicamente, no momento em que a requisição é efetuada pelo navegador, ou seja, ele não é simplesmente um servidor de arquivos ou coisas desta natureza, ele é muito mais!

Podemos criar Aplicações Web

Você já deve ter ouvido falar neste termo, e é isso mesmo que o Zope faz, ele pode prover sua Aplicação Web, é como criar um sistema computacional e disponibilizá-lo pela Web.

E o banco de dados?

Se você quiser, pode abandonar o PostGreSQL, MySQL, Oracle, etc.! Não, eu não estou louco! Além de todas estas coisas, o Zope possui também um Banco de Dados Orientado a Objetos muito poderoso, o ZODB – Zope Object Data Base, que é transparente, você nem percebe que está usando-o, e pode emular um Banco de Dados Relacional, o GadFly (mais usado para fins de estudos e testes). Mesmo assim, seu uso é opcional, pois ele “conversa” com todos os bancos de dados citados e mais uma porção de outros SGBDs existentes, mas esse é um assunto para o futuro!

Como gerenciar toda essa parafernália?

E’ fácil e direto, o Zope possui um recurso chamado de ZMI (Zope Management Inteface), é onde gerenciamos os recursos do Zope via web, criando, apagando, copiando e movendo os objetos, analogamente a gerenciadores de arquivos como o Windows Explorer. É nela que nascem as soluções!

O Zope que quer dizer “Z Object Publishing Environment” (Ambiente Z para Publicação de Objetos) foi desenvolvido em Python com alguns módulos críticos em C, e é registrado sob uma licensa Open Source que é compatível com a GPL (resumindo: ele é gratuito e tem seus fontes disponíveis), e foi desenvolvida pela Zope Corporation.

O Zope possui duas linguagens de scripts, o DTML (Document Template Markup Language) e a ZPT (Zope Page Templates) que são formas simples de se criar e gerenciar soluções, sejam elas complexas ou não. [sobre ZPT]

Possuímos também uma ferramenta chamada Plone para gerenciamento de conteúdo, que provê todos os recursos que você imaginar para este fim, um sistema de WorkFlow completo, e que fatalmente usaremos (ou pelo menos algo desta ferramenta) mais cedo, ou mais tarde, seje pela facilidade ou pela praticidade. Este é um outro ponto que discutiremos mais a frente! [sobre o Plone]

fonte: http://www.tchezope.org/Members/rodrigobraga/artigos/zope/?searchterm=None

Anúncios

~ por Fernando Felix do Nascimento Junior em 17/07/2010.

2 Respostas to “Zope para leigos”

  1. […] Acesse o link para saber mais sobre o Zope. […]

  2. […] [Mais sobre o Zope] […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: